Últimas públicações

Abertura de crédito adicional suplementar ao orçamento do Legislativo para 2019, no valor de R$ 80 mil reais é aprovado pelos vereadores

Imagem Ilustrativa
Divulgação

As sessões ocorrem todas as segundas-feiras, às 17h30min

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Inácio Martins, realizada na segunda-feira (07), foi lido o Projeto de Lei do Legislativo de n. º 012/2019, apresentado pelo Vereador Gilberto Bello (Podemos), propondo a concessão de Título de Cidadão Benemérito de Inácio Martins ao senhor Dalceu Sebastião Kloster, encaminhado para as Comissões Permanentes. Em seguida, a leitura do Projeto de Resolução n. º 06, propondo abertura de crédito adicional suplementar ao orçamento do Legislativo para 2019. O Presidente explicou aos pares que, considerando a autorização da abertura do referido crédito através da Lei n. º 943/2019, era necessário apenas a publicação da referida resolução para que fosse possível informar a abertura do crédito no sistema contábil, e assim não seria necessária a tramitação dessa resolução, considerando já haver autorização expressa em lei. Após as explicações determinou que a proposição fosse publicada como “Resolução n. º 06/2019 - Autoriza o Poder Legislativo Municipal a proceder abertura de Crédito Adicional Suplementar no orçamento do exercício financeiro de 2019 no valor de R$ 80.000,00.

Na sessão, foi apresentado a Indicação de Serviço n. º 026, do Vereador Laurici (PSDB), solicitando a “Colocação de uma lombada na Rua José Maiewski, Vila Borges, próxima ao estabelecimento comercial do senhor Mauro Carneiro”, reforçando a solicitação já procedida pela Indicação n. º 02/2018. O Vereador Laurici usou a palavra para justificar a solicitação e após, o presidente determinou que a mesma fosse enviada ao executivo municipal.

Na tribuna o Vereador Laureci falou que esteve visitando a Vila Borges na semana anterior, e alguns moradores lhe cobraram se tinha informações a respeito do saneamento básico que tinha iniciado naquela vila, e que as obras encontram-se paralisadas, quando também lhe cobraram sobre a Indicação de Serviço que estava reiterando nesse dia. Disse que não tinha a informação precisa para repassar a eles e nesse sentido encaminhou ofício ao executivo pedindo explicações para que pudesse levar informações corretas sendo dessa forma que vinha atuando aqui na casa, porque muitas vezes saíam comentários distorcidos e como não gostava desse tipo de coisa, preferia que o executivo lhe respondesse e assim poderia estar repassando para a população. Outro assunto que comentou foi de que a exatamente quatro anos atrás, juntamente com sua esposa estavam envolvidos com uma eleição do Conselho Tutelar e na ocasião foi a primeira conselheira mulher mais votada no  município, e no dia anterior tinha ocorrido nova eleição e isso lhe fez recordar que ainda não havia se chegado aos duzentos e quarenta votos e quem sabe na próxima eleição alguém poderia passar esse número, falando isso para registrar o gesto muito bonito do povo, onde mesmo com bastante chuva e um dia frio, puderam observar a grande movimentação de pessoas votando no Colégio Parigot de Souza e também no interior, com mais de mil e novecentos votantes, sendo um número bastante expressivo se comparado com outras cidades da região a exemplo de Guarapuava, onde apenas próximo de quatro mil pessoas foram votar, o que demonstrava que o povo daqui era muito participativo tendo demonstrado isso na eleição para conselheiros anterior e nesse ano não tinha sido diferente. Deixou registrado os eleitos nessa eleição sendo, por ordem de votos, Ana Paula Machado; James Charles de Andrade Leal; Lucinéia Neves, Rodrigo Sebastião Vieira e Fernanda Carla Teixeira. Também deixou registrado que durante a eleição puderam observar longas filas e como o tempo não estava colaborando muito, com muitas pessoas na chuva para votar acabavam desistindo, sugerindo que na próxima eleição deveria haver uma programação maior e um respeito maior com a população de Inácio Martins. Sendo colocadas mais urnas para votação, pois estava comprovado que o povo daqui ia votar e participava dessas eleições, e assim o TRE (Tribunal Regional Eleitoral), deveria responder a altura a participação da população.

Em aparte o Vereador Gilberto Bello, comentou o fato de que estava sendo exigido um documento de identificação com foto para a votação e não apenas o Título de Eleitor, que era o documento necessário para uma eleição, e que muitas pessoas deixaram de votar devido a isso o que teria sido um desrespeito aos eleitores. Que tendo ficado boa parte acompanhando as eleições pode observar boa parte dos eleitores voltando sem votar. Também citou que pode ver um advogado “atropelando” os candidatos mesmo com chuva de dentro do colégio e que tinha sido quatro vezes candidato e todas as vezes podiam circular dentro das urnas e nunca foram proibidos, e que esse cidadão atropelou os candidatos no período da manhã, com chuva, o que considerou um grande desrespeito, que na sua maioria eram mulheres. O orador concordou com a situação sobre a identificação necessária para votar, mas endossou que quem ia votar deveria sempre levar um documento de identificação com foto, além do Título de Eleitor, e assim não sabia quem estava errado, mas era uma situação que deveria ser corrigida para a próxima eleição e no mais achava que tudo tinha corrido dentro da normalidade tendo votado pela manhã, pois a tarde encontrava-se na localidade de São Domingos em uma festa e somente mais a tarde é que tinha vindo conversar com a população para ver como estavam indo as coisas, e que tirando alguns candidatos um pouco nervosos o resto estava tudo tranquilo.

Na Ordem do Dia, constou em primeiro turno de votação o Projeto de Resolução n. º 05/2019 da Vereadora Sandra Daniel (PR), propondo a criação da Procuradoria da Mulher no âmbito doa Câmara Municipal. Sem receber comentários o projeto foi aprovado com todos os votos favoráveis em primeiro turno.

Na explicação pessoal o Vereador Jorge Boeira (PSD), disse que queria apenas enaltecer o povo que esteve votando no domingo anterior para eleger o novo Conselho Tutelar, que estaria cuidando das crianças e adolescentes do município, parabenizando a população que mesmo com chuva esteve presente para escolher os futuros conselheiros. Também parabenizou todos os candidatos que se dedicaram e se propuseram a esse cargo, que considerava um desafio muito grande, citando os nomes dos cinco eleitos pedindo que Deus lhes iluminasse e proporcionasse sabedoria para fazerem o melhor dentro desse Conselho. Concordou que o Cartório Eleitoral tinha disponibilizado poucas urnas, o que tinha judiado de muita gente, citando seu exemplo, quando tinha ficado quase duas horas na fila para poder votar, citando também que muitos idosos participaram e mesmo com a votação preferencial também tiveram dificuldades em votar, dizendo que achava que deveria ter no mínimo cinquenta por cento das urnas de uma eleição normal, para evitar despesas poderia ser feita a votação com cédulas, e assim um número maior de pessoas iria votar, mas, além disso, tinha ocorrido tudo normal desejando novamente que Deus abençoasse o trabalho dos novos conselheiros. Desejou um feliz Dia das Crianças a todas as crianças pedindo bênçãos e que Deus proporcionasse sabedoria a todas as crianças do município.

O Vereador Gil (PSD), também fez uma explanação sobre a eleição do Conselho Tutelar, cumprimentando os eleitos e fazendo um endosso das palavras do vereador Jorge, sobre a dificuldade e o desafio que teriam no exercício do cargo, mas teriam treinamentos e tinha a pessoa do atual mandato, o conselheiro Rodrigo Vieira, que já é experiente e somando-se tudo ao final daria tudo certo. Parabenizou também o CMDCA e o setor de Assistência Social na pessoa da Secretária Municipal de Assistência Social Cleusy de Fátima Nascimento e todos os funcionários que estiveram envolvidos nesse processo eleitoral, processo este que a exemplo do que o Presidente e o Vereador Laurici tinham falado, sobre as dificuldades constadas, tinha acompanhado desde o início e também não tinha concordado com muitas coisas que foram implementadas nesse pleito, mas todas essas determinações, inclusive da não permanência dos candidatos no espaço de votação, foram da Promotoria da Infância e Juventude, na pessoa da Promotora Maria Luiza Correa de Mello e algumas regras do Cartório Eleitoral, então tudo o que tinha acontecido, inclusive a quantidade de urnas, concordando esse caso que quatro urnas eram muito pouco, e o cerceamento do direito do candidato de ficar mais perto do eleitor também não concordava, mas foram determinações da Promotoria e se o CMDCA não segue poderia sofrer alguma sanção. Quanto a questão da necessidade de documento de identificação para votação disse que também não concordava, mas era uma determinação da Promotoria e não tinha o que ser feito, e infelizmente isso acabou causando algumas ocorrências e depois as pessoas acabavam entendendo. Igualmente desejou que Deus abençoasse a todas as crianças e acrescentou que o Conselho Tutelar teria bastante trabalho na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, pedindo que Deus também lhes abençoasse.

A Vereadora Sandra Daniel comentou a visita que fez na exposição sobre o Dia da Árvore, dizendo ter ficado encantada com o trabalho das crianças e que ficava feliz em ver o quanto os professores estavam incentivando os alunos na sua criatividade, achando bom que não tivesse uma premiação, pois seria muito difícil escolherem qual o trabalho melhor, e assim estavam de parabéns a Secretaria da Educação e a diretoria da Escola Luiz Scheleder. Parabenizou os conselheiros eleitos, dizendo esperar que trabalhassem mesmo para preservar os direitos das crianças e dos adolescentes, que não é uma tarefa fácil trabalhar na área social, e que espera de coração que tenham muito discernimento, por que um conselheiro pode definir a vida de uma criança, quando faz um acolhimento, precisa ser feito numa perspectiva muito grande e muito boa, avaliando o contexto em que a criança esteja inserida, e isso não é  uma tarefa fácil, assim espera que além do treinamento e da capacitação que receberão, que tenham sempre muita sabedoria, por que trabalhar com crianças é uma tarefa muito difícil, que às vezes pode acabar com a vida de uma criança, mas também pode enaltecer e fazer da criança um ótimo cidadão, então, espera que sejam ótimos conselheiros.

O Vereador Laureci, ainda com relação ao Conselho Tutelar, também parabenizou a equipe que estava à frente da organização, desde o início até a apuração dos votos, onde pode analisar que tudo tinha sido conduzido dentro de uma tranquilidade muito grande. Sobre a festa que contou ter participado na comunidade de São Domingos, deixou os agradecimentos pela recepção e também os parabéns a todo o pessoal envolvido na organização. Contou que na ida até essa localidade observou alguns trechos de estrada, onde verificou que desde a estrada principal passando pela localidade de Santini até São Domingos, existiam alguns pontos que estavam bem críticos, dificultando o tráfego, principalmente de veículos pequenos, onde eram necessários alguns reparos. Deixou o pedido aos representantes do prefeito, para que na medida do possível, esses trabalhos sejam realizados. Parabenizou a todas as crianças martinenses pela passagem de seu dia e lembrou que no dia doze de outubro era comemorado também o dia da padroeira do Brasil e também do município, Nossa Senhora Aparecida. Aproveitando a presença da professora Cintia Cutilaki, diretora da escola da aldeia indígena, contou sobre os materiais esportivos que havia solicitado para as escolas estaduais e que nesse dia havia recebido a confirmação de que as escolas estaduais seriam atendidas com materiais esportivos.

O Vereador Sidon (PR), lembrou que há alguns meses apresentou Indicação de Serviço pedindo recuperação na estrada de São Domingos reforçando a necessidade e agradecendo o Vereador Laurici, por estar apoiando a execução desse serviço. Igualmente se referiu as crianças pedindo que Deus abençoasse e guiasse pelos melhores caminhos, considerando que muita situação de violência e abuso com as crianças que está acontecendo. Também parabenizou os novos Conselheiros Tutelares, como os demais que haviam concorrido. Voltou a comentar a situação do vizinho da escola Luiz Scheleder, senhor Adeodato Prestes, contando que havia enviado ofício ao prefeito pedindo pela solução do problema, relatado que precisava ser resolvido, pois sabia que existia uma falha grande naquela obra.

O Vereador Nelsinho (PSC), falou que estando na festa na comunidade de São Domingos, pode ver a evolução que estava tendo nessa comunidade, onde melhoraram o barracão e inauguraram a igreja nova, parabenizando a comunidade e as pessoas envolvidas, que estavam se dedicando e trabalhando voluntariamente pela comunidade, onde a evolução podia ser vista, deixando os parabéns a todos os envolvidos pela organização e pelo trabalho em prol da comunidade. Contou que durante a tarde tinha sido procurado por pessoas de Góes Artigas, pedindo para que interferisse junto ao prefeito sobre a estrada de acesso à igreja local, que não tinha mais cascalho e nesses dias de chuvas as pessoas não estavam conseguindo subir e nem descer, mas como nesse dia não tinha conseguido oficiar ao prefeito, solicitou ao Vereador Gilnelson, como líder do prefeito,  comentar sobre a situação para cascalhamento, patrolamento e provavelmente compactação e caso não fosse resolvido durante a semana, na próxima oficiaria ao executivo, para que pudesse comprovar à população que havia repassado a solicitação. O presidente por sua vez destacou os eleitos para o Conselho Tutelar, como também os demais candidatos, destacando também que quase um quarto do eleitorado do município compareceu para votar, quase dois mil eleitores, demonstrando que o povo era participativo e também um sinal de que os candidatos fizeram campanha, foram atrás do povo, e que além de ganharem o voto, precisavam trazer o povo à urna, sendo dois desafios, diferente da eleição para vereador, onde o voto é obrigatório e o povo vai votar, Que para Conselheiro, mesmo em dia de chuva, participaram. Disse que tirando alguns problemas, já citados, devido às normas mudadas pela Promotora, foi tudo tranquilo e os Conselheiros já estavam eleitos. Também desejou que Deus viesse a abençoar todas as crianças do Brasil e do mundo.

Texto: Da redação, com assessoria