Últimas públicações

Drogas são apreendidas em Inácio Martins

Drogas apreendidas
Imagem: Divulgação

O fato ocorreu após denúncia anônima 

Nesta quinta-feira (21), a Polícia Militar de Inácio Martins, atendeu uma ocorrência relacionada a adquirir, vender, fornecer ou produzir drogas. “Por volta das 11h40min, a equipe recebeu denúncia anônima, informando que uma mulher, a qual é suspeita de estar comercializando entorpecentes em Inácio Martins, estaria na linha férrea, em uma mata, paralela à rua Vereador Lauro José Toledo, na Cohapar II. A equipe deslocou até o local, onde foram feitas buscas na mata, que margeia a linha férrea, sendo que quando um dos policiais acessou a linha férrea, visualizou três mulheres cerca de 200 metros à frente, as quais ao verem o policial, empreenderam fuga correndo, sendo acompanhada pelo policial por cerca de 500 metros. Após ser dada ordem de parada, duas das três mulheres que não foi possível abordá-las, conseguiram se evadir. Foi logrado êxito em abordar uma das três, posteriormente identificada como sendo a mulher apontada na referida denúncia anônima, a qual já estava saindo da mata, na rua Rui Barbosa, ao lado da Igreja Ucraniana, qual trazia em mãos uma sacola amarela com uma blusa preta dentro, e enrolado na blusa haviam dois potes na cor branca, e no interior dos mesmos foram localizadas 69 buchas de substância análoga a maconha, quais após contabilizadas e pesadas totalizaram 162 gramas, e ao fundo de um dos potes haviam 63 pedras de substância análoga ao crack, que após pesadas totalizaram 11 gramas, sendo todo o entorpecente embalado pronto para venda. A mesma também tinha no bolso da calça a quantia de 50 reais em notas diversas e dois aparelhos celulares. Foi dada voz de prisão a mesma, a qual resistiu com força contrária, sendo necessário o uso de algemas conforme súmula vinculante 11 do STF, sendo que logo em seguida, após contida a abordada a equipe se recompôs, onde também contou com o apoio de policiais de folga que moram no município, qual foi deslocado até a residência da autora no bairro Curtume, onde após busca domiciliar foi localizado em uma gaveta de uma cômoda, a quantia de 30 pedras de substância análoga ao crack, a qual totalizou 6 gramas, e também uma balança de precisão. Após encerrada a busca domiciliar a equipe deslocou até o destacamento, onde foi feita toda a contabilidade do material apreendido, bem como a documentação pertinente, e deslocado até o Pronto Atendimento Municipal, onde a autora foi submetida ao laudo de exame de lesões corporais e após encaminhada e entregue na Delegacia de Polícia Civil de Irati, para apreciação da autoridade policial", explica o relatório de ocorrências.