Últimas públicações

Ministério da Economia avalia impacto econômico do coronavírus

Nota afirma que ainda é cedo para precisar o impacto e que reavaliações serão feitas
Imagem: Reprodução Assessoria Governo Federal
Nota produzida pela Secretaria de Política Econômica fornece estimativas de como a epidemia pode influenciar o crescimento do PIB em 2020


Nesta quarta-feira (11), a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia divulgou uma análise dos efeitos do coronavírus (Covid-19) na economia brasileira, além de estimativas de impacto no crescimento do PIB em 2020. A nota, no entanto, afirma que ainda é cedo para precisar o impacto e, na medida em que mais dados forem divulgados, reavaliações serão feitas.
De acordo com o Ministério, em um cenário mais otimista, o impacto da epidemia no crescimento do PIB seria de apenas -0.10 pontos percentuais. Em contrapartida, o cenário mais extremo indica queda de 0.66 pontos percentuais. De acordo com a nota, "vale destacar que esses efeitos são transitórios, e devem ser revertidos após a contenção da epidemia."
Para realizar as simulações sobre o impacto da epidemia no PIB, o órgão selecionou os principais canais pelos quais a epidemia do Covid-19 pode afetar o desempenho da economia brasileira. São eles: redução das exportações; queda no preço de commodities e piora nos termos de troca; interrupção da cadeia produtiva de alguns setores; queda nos preços de ativos e piora das condições financeiras; e redução no fluxo de pessoas e mercadorias.
Texto: Reprodução Assessoria Governo Federal