Últimas públicações

Pelo segundo dia, novo coronavírus pauta discussões na Assembleia

Sessão da ALEP, realizada nesta terça-feira (17)
Imagem: Reprodução Assessoria ALEP
A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) pautou novamente a discussão da Assembleia Legislativa do Paraná na sessão plenária desta terça-feira (17)
Os parlamentares demonstraram a preocupação com o avanço de casos no Paraná e no Brasil. De acordo com o último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, o número de casos confirmados chegou a 291. O País registrou ainda a primeira morte causada pelo vírus.
Os deputados elogiaram a publicação da portaria 01/2020, emitida pela Diretoria-Geral da Casa e que toma mais medidas para contenção do contágio nas dependências do Legislativo. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, (PSDB), e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), convocaram os líderes partidários para uma reunião ao final da tarde desta terça, quando novas medidas para contenção e prevenção da pandemia foram discutidas. A sessão plenária desta quarta-feira (18) está marcada para as 9 horas.
O líder da Oposição, deputado Professor Lemos (PT), elogiou a postura da Mesa Executiva e de governos estaduais e municipais, que lutam contra o crescimento do número de casos. “Essa união, ao lado da participação da sociedade civil, é necessária para fazer este enfrentamento. Caso contrário, podemos ter milhares de brasileiros perdendo a vida nos próximos meses”, disse. O líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), lembrou as medidas do Executivo paranaense para evitar novos contágios. Ele destacou a importância da Assembleia Legislativa na construção do decreto publicado pelo Governo nesta segunda-feira (16). “Muitas das medidas tomadas foram sugestões dos deputados estaduais”, revelou Bakri.
O deputado Artagão Junior (PSB) defendeu a realização de exames em todas as pessoas que apresentarem os sintomas. Ele também cobrou ações mais enérgicas. “Estou preocupado com esta pandemia. O problema é sério”, avaliou ele. O parlamentar Nelson Luersen (PDT) compartilhou do sentimento. “É o momento de falar pouco e agir rápido. Temos de ser drásticos nas medidas. É um momento de muita preocupação”, afirmou. 
Texto: Reprodução Assessoria ALEP