Últimas públicações

Primeiro caso suspeito de Coronavírus é identificado em Inácio Martins

Imagem Ilustrativa
Reprodução Internet 


A pessoa com suspeita em contrair o vírus já coletou os exames e se encontra em isolamento 

A Secretaria Municipal de Saúde de Inácio Martins, através do Setor de Epidemiologia Municipal, divulgou na manhã desta quinta-feira (19), o primeiro Boletim Epidemiológico, relacionado ao novo Coronavírus - COVID - 19. 

Em nota, o departamento fala sobre os sintomas, quando uma pessoa pode ser considerada suspeita de ter contraído o vírus, sobre os números de casos no Paraná, e sobre a primeira suspeita no município de Inácio Martins. 

"No Município de Inácio Martins temos um paciente que atende a definição de caso "SUSPEITO" pelo Novo Coronavírus, que está sob isolamento, seguindo e cumprindo orientações para não disseminar", conta a nota. 

Segundo a enfermeira responsável pelo Setor de Epidemiologia do município, Silvane Gavronski, o caso suspeito se enquadra como viajante e teve contato com pessoa com o Coronavírus. " É só uma suspeita, mas já foram coletados os exames e se encontra em isolamento, por ter perfil epidemiológico, associado ao clinico", explica. 

"A epidemiologia não trabalha com nomes, trabalhamos com casos suspeitos, a precaução tem que ser com todo mundo, não adianta tentar adivinhar nomes. Não trabalhamos com nomes", complementa Silvane. 

Leia a nota: 

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE INÁCIO MARTINS

SETOR DE EPIDEMIOLOGIA MUNICIPAL

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO Nº 01
NOVO CORONAVÍRUS - COVID-19
A Secretaria Municipal de Saúde de Inácio Martins informa que este é o canal oficial desta Secretaria, para informar os profissionais de saúde e a população geral sobre a situação de Emergência em Saúde Pública do NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) no Município de Inácio Martins e Região.

O CORONAVÍRUS é o agente causador da doença classificada como COVID-19, o paciente com a doença apresenta os principais sintomas de:
• Febre maior que 37,8 º
• Tosse seca
• Dispneia;
• Mialgia e fadiga;
• Sintomas gastrointestinais, como diarreia (são mais raros).

O quadro clínico é típico de uma Síndrome Gripal, pode variar de sintomas leves e assintomáticos (não se sabe a frequência), principalmente em jovens adultos e crianças, até uma apresentação grave em pessoas idosas, portadores de doenças cardiovasculares e respiratórias crônicas, Diabetes, câncer e imunodeprimidos. Portanto são considerados grupos de risco: idosos, portadores das doenças acima mencionadas, gestantes e lactantes.
Classificação de pacientes com suspeita de doença COVID-19, conforme definição de caso pelo Ministério da Saúde, 2020.

Situação 1 – VIAJANTE: pessoa que nos últimos 14 dias retornou de viajem internacional de qualquer pais e vindos das cidades de São Paulo, e Rio de Janeiro e apresente: febre E pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia).

Situação 2 - CONTATO PRÓXIMO: Pessoa que nos últimos 14 dias, teve contato próximo com caso suspeito ou confirmado para COVID-19 E apresente febre OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta,coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia);
Classificação de caso provável de doença pelo COVID-19, conforme definição de caso pelo Ministério da Saúde, 2020.

Situação 3 - CONTATO DOMICILIAR: Pessoa que, nos últimos 14 dias, resida ou trabalha no domicílio de caso suspeito ou confirmado para COVID-19 E apresente febre OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia). Nessa situação é importante observar a presença de outros sinais e sintomas como: fadiga, mialgia/artralgia, dor de cabeça, calafrios, manchas vermelhas pelo corpo, gânglios linfáticos aumentados, diarreia, náusea, vômito, desidratação e inapetência.

Até a data de hoje com dados atualizados pela Secretaria de Saúde do Estado o Paraná apresenta a seguinte situação:
• Casos notificados: 200
• Casos descartados: 119
• Casos suspeitos: 67 casos
• Casos confirmados laboratorialmente: 14
Os 14 casos já confirmados estão distribuídos nas seguintes cidades:
• Curitiba: 08
• Campo Largo: 01
• Foz do Iguaçu: 01
• Cianorte: 02
• Maringá: 01
• Londrina: 01

No Município de Inácio Martins temos 01 paciente que atende a definição de caso "SUSPEITO" pelo Novo Coronavírus, que está sob isolamento, seguindo e cumprindo orientações para não disseminar.

Informamos que para mais informações ou dúvidas podem ser tiradas através de contato telefônico através dos números 42 3667-1282 e 42 99123-5386 ou pelo e-mail secinacio@bol.com.br.